Os olhos também falam

27 de junho de 2020 By 0 Comments

Dizem que os olhos são o espelho da alma e que por meio deles é possível se comunicar. É verdade. Com nosso olhar, mostramos ao mundo como estamos nos sentindo, e para que eles nos ajudem a expressarmos nossa essência e sentimentos, podemos contar com alguns cuidados em seu entorno. O uso associado de procedimentos estéticos como toxina botulínicaskinboosters e ácido hialurônico está cada vez mais em alta para o tratamento da área dos olhos. Segundo a dermatologista Adriana Vilarinho, o ponto de partida de muitas de suas consultas é justamente a região que cerca os olhos, onde é comum o surgimento de olheiras e a formação de linhas de expressão com o passar dos anos.

O realce dessa área é capaz de revelar muitas de nossas emoções, o que pode impactar positivamente na nossa autoestima. Para obter melhores resultados, a médica costuma recorrer a um blend de procedimentos que têm suas ações potencializadas quando combinados. “Cada caso deve ser avaliado individualmente, mas, para conquistar efeitos melhores e mais duradouros, gosto de conciliar a aplicação de toxina botulínica A com os skinboosters para tratar as linhas de expressão e o ácido hialurônico para o tratamento das olheiras”, explica a dra. Adriana. E para que serve cada um deles? Investigamos a seguir.

A aplicação da toxina botulínica A é indicada para o tratamento das rugas dinâmicas, ou seja, as linhas de expressão que são mais comuns entre as sobrancelhas e ao redor dos olhos (conhecidas como “pés de galinha”). Sua aplicação pode ser feita a cada quatro ou seis meses e tem benefícios de longo prazo, observados após anos de tratamento.

Já os skinboosters revitalizam a pele e previnem o envelhecimento, além de devolver o efeito hidratado, com ação de dentro para fora que rejuvenesce toda a moldura do olhar. Sessões deles devem ser feitas como complemento à toxina botulínica para melhorar o resultado final. “Enquanto a toxina abre rapidamente o olhar, os skinboosters são injetados em uma camada mais profunda da derme, melhorando sua luminosidade”, afirma a Dra. Adriana.

Além de tratar as linhas finas ao redor dos olhos, para conquistar uma expressão descansada, é preciso também cuidar das olheiras. E o tratamento delas é feito com o uso do preenchimento de ácido hialurônico. “Há uma predisposição genética para algumas pessoas terem mais olheiras que outras, e, com o passar dos anos, seu aspecto mais escuro é realçado pela perda de estruturas anatômicas, por isso há a necessidade de preenchimento. Já para casos de hiperpigmentação, o tratamento mais adequado é o laser”, comenta a Dra. Adriana.

Todas essas opções de protocolos têm a segurança e eficácia de resultados cientificamente comprovadas.

Fonte: https://vogue.globo.com/Apresenta/noticia/2020/06/os-olhos-tambem-falam.html